16. fev, 2018

Má desculpa

A falta de uma máquina fotográfica “decente” é motivo para não fotografar? 

Em primeiro lugar, a definição de “decente” é muito relativa. Para um profissional será obviamente uma máquina de alta gama, já que vive do seu trabalho. Por outro lado, para quem apenas fotografa por gosto, normalmente é o volume da carteira ou outras limitações que acabam por definir o quanto decente é o seu equipamento. Por aqui fica definido que a melhor máquina não é a que desejamos, mas a que podemos ter. 

Mais que comprovado está o facto de que não é o preço do equipamento que faz uma boa foto. E, uma “boa foto” é algo muito, mas mesmo muito subjectivo. Um dia perguntaram-me o que eu achava de uma determinada fotografia e eu, hesitante, tentei não responder. Como da outra parte houve repetida insistência, fiz uma análise cuidada e dei a minha opinião. Resultado, essa pessoa nunca mais me falou e eu depreendi que a foto em causa tinha mais valor para o autor que para mim, simples espectador, com total desconhecimento da carga afectiva que a dita carregava. Outro caso, é pensar naquelas fotos de um passado recente, que já só existem em papel e que quase todos teremos em casa, descoloridas e riscadas, guardadas algures numa caixa ou num álbum poeirento. Olhem para elas criticamente. Uma grande maioria terá uma composição péssima, cores totalmente alteradas pelo tempo, desfocadas e com uma resolução deplorável, mas… essas fotos, esses ecos desbotados do passado, dizem-nos tanto que as guardamos e mantemos com cuidado. 

Dito isto, uma foto tem o valor que lhe damos e não é pela altíssima resolução ou cores imaculadas, produzida por um equipamento de topo, que uma imagem tem mais valor que outra feita com recurso a uma máquina mais simples e de inferiores características. Considero ter comigo um excelente exemplo, já que a minha melhor foto foi feita pela pior máquina que até hoje tive acesso. 

Nem sempre pensei assim, mas a experiência ensinou-me. Dizer que não se fotografa porque não se tem uma boa máquina, é sinónimo de uma má desculpa.