29. jan, 2017

É fundamental estudar o manual

  

Após desembalar a nova máquina fotográfica, inserir o cartão de memória e carregar a bateria pela primeira vez, chega o momento de fazer o primeiro teste. A reacção inicial é apontar para um motivo qualquer e de seguida ver o resultado. Se a experiência corre bem, mesmo que o resultado apenas sirva para verificar que o novo equipamento funciona, eis que partimos confiantes a fotografar tudo e mais alguma coisa.

Passado algum tempo, pode chegar a sensação de que não estamos a gostar dos resultados obtidos e começamos a pensar que afinal aquela compra não surtiu o efeito esperado. Antes de começar a olhar para o novo catálogo de material fotográfico, faça as seguintes perguntas:

- Já li o manual da minha máquina?

- Já descobri, testei e avaliei tudo o que ela é capaz de fazer?

- Tenho a certeza que ela não consegue melhores resultados?

Um grande número de utilizadores nunca abriu no manual da sua máquina ou se o fez, foi para ver como carregar a bateria, ligar, visualizar ou descarregar fotos. Esquecem que até o modelo mais simples consegue fazer muito mais do que apontar e disparar. Dá algum trabalho e é necessário tempo para conhecê-las, testar cada uma das suas funções e avaliar aquelas que melhor servem as nossas preferências.

É um facto que algumas máquinas já não trazem anexo um manual detalhado. Alguns fabricantes limitam-se a indicar um link para que o utilizador o descarregue em formato digital. E se há quem não se dá ao trabalho de o descarregar, há também quem não goste de ler usando um monitor, até porque algumas funções devem ser testadas na rua e ter o manual à mão dá sempre jeito.

Caso se inclua no grupo que prefere o papel, descarregue o ficheiro indicado pelo fabricante, coloque-o numa pen e leve-o à sua loja de fotocópias favorita. Solicite para imprimir em tamanho A4, frente e verso, a preto e branco (a cores pode sair muito caro) e com uma encadernação simples, tipo espiral de arame e capa plástica.

A partir deste momento já pode consultar o manual em papel e confortavelmente descobrir e testar todas as capacidades da sua máquina.

O importante a reter, é que seja em papel ou em formato electrónico, se quer tirar o melhor da sua máquina fotográfica, tem obrigatoriamente de estudar o manual.